O perfil do professor educador  escrito em quarta 07 julho 2010 20:46

Comprometido, construtor, mediador, orientador

Dalva Dias – Pedagoga

Especialista em Gestão Escolar e Psicopedagogia

 

Entendemos que formar é muito mais que transmitir informações. A sociedade espera dos professores o comprometimento para com a formação de um educando capaz de assumir-se como ser social e histórico, transformador e criador. Por isso, o papel do professor terá de passar por um redirecionamento, não mais o professor como informador e reprodutor do conhecimento, porém como mediador e orientador. Para isso o professor deverá:

 

1. ser capaz de estimular seus alunos com propostas desafiadoras, questionadoras, que impulsionem o educando a buscar outros conhecimentos, pesquisar, encontrar soluções e formular novos problemas;

 

2. Ser dinâmico, e suas aulas devem ser momentos para exercitar, no educando e nele próprio, a capacidade de raciocínio, de argumentação de forma clara e concisa, de chegada a um comum acordo e obtenção de ação construtiva;

 

3. valorizar a participação do aluno e criar condições para que ele construa um conhecimento crítico sobre o mundo;

 

4. enfatizar o diálogo e as atividades cooperativas que estimulem a criação e o uso de múltiplas formas de expressão;

 

5. encaminhar seu trabalho para formar alunos críticos e éticos, valorizando sempre a ação, reflexão e a tomada de consciência.

           

Para atender a todos esses requisitos, o professor precisa estar disponível ao saber e muito preocupado com a forma como ensina e a maneira como seus alunos aprendem.

            Isso exige segurança e firmeza do professor no que se refere a seus conhecimentos e sua competência profissional para que possa ter força moral para coordenar as atividades da classe.

            Educar é uma atividade humana formadora. Não podemos estar alheios à formação ética dos alunos. É necessário que haja coerência entre o falar e o agir. Somos educadores e exemplos de tolerância, aceitação do outro, respeito, justiça e democracia.

            O caminho a ser trilhado pelo professor exige grande responsabilidade para com a formação de pessoas melhores. Embora ressalte-se que essa responsabilidade cabe primeiramente aos pais (família), e depois à escola e a toda sociedade, hoje sabemos que os papéis se inverteram e cabe ao professor conquistar os pais para tornarem-se parceiros nesse empreendimento de formação da personalidade de seus filhos, nossos alunos.

            Segundo Paulo Freire, “devemos pensar num novo professor, mediador do conhecimento, sensível e crítico, aprendiz permanente e organizador do trabalho na escola um orientador, um cooperador, curioso e, sobretudo, um construtor de sentidos. Ensinar não é transferir conhecimentos; mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção”. (...)

            É preciso que, pelo contrário, desde o começo do processo, vá ficando cada vez mais claro que, embora diferentes entre si, quem forma se forma e reforma ao formar e quem é formado forma-se e forma ao ser formado. (...): Não há docência sem discência; as duas se explicam e seus sujeitos, apesar das diferenças que os conotam, não se reduzem à condição de objeto um do outro. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender. Paulo Freire, 1997: in: Moacyr Gadotti. Pedagogia da terra. São Paulo: Petrópolis, 2000.

 

 

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.80.121.186) para se identificar     


7 comentário(s)

  • cleilma santos da Silva mailto

    Seg 19 Mai 2014 00:20

    adorei este conteúdo.

  • cleilma santos da Silva mailto

    Qui 01 Mai 2014 21:15

    adorei, muito bom!

  • cleilma santos mailto

    Seg 14 Abr 2014 18:44

    Adorei ler a pedagogia do amor, muito bom.

  • lILIAN mailto

    Ter 08 Out 2013 18:50

    Para educar é preciso querer aprender.........

  • maria leonilda ferreira

    Sex 01 Mar 2013 13:34

    A missão é árdua e para que consigamos levá-la à frente é preciso muita força e um coração bem grande cheio de vontade de colaborar na construção de pessoas críticas e éticas, para atuar na sociedade.

  • Eduardo mailto

    Sex 10 Ago 2012 02:01

    Gostaria de saber quem ama o professor, no caso da Rede Pública, talvez mais de 80% professoras...

  • Leandra dos santos perei mailto

    Qua 22 Fev 2012 18:03

    adorooo tudo que é voltado para educação, e mais adorooo tudo que se refere a Paulo freire concordo com tudo que vem dele...espero sinceramente em mim tornar uma profissional muito conhecida e elogiada dessa área que tanto amooooo EDUCAÇÂO.


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para pedagogia

Precisa estar conectado para adicionar pedagogia para os seus amigos

 
Criar um blog